segunda-feira, 13 de outubro de 2014


O HOMEM PERDE MUITO!
PERDE O TEMPO...
PERDE AS FLORES --
AS CORES E OS BOTOES!
PERDE AS BORBOLETAS,
O VOO POÉTICO E MÁGICO
DAS GARÇAS.

O HOMEM AFINAL SE PERDE!



domingo, 12 de outubro de 2014

MANHÃ SERENA

Os gravetos desenham as montanhas
Mas na parte de baixo é sempre
Intensa as cores das flores!

As cores nascem sempre dos jardins
Das flores das árvores;
E de um Jequitiba
ainda com as cicratizes profundas
provocadas pelo homem!


sábado, 11 de outubro de 2014

NOVO HORIZONTE

autor. W Gerard

Agora rezem por novas notícias
Por novos argumentos

Toda boa-nova tem o seu dia
Dia certo!Eco...simplesmente eco
Dos acontecimentos,

Acredito que a maior vergonha seja
o roubo!
O ILÍCITO - O ilícito de uma justiça submissa!

Mas ainda há risadas e devoção!

...Ei!!!!!!!!Hora de acordar!



quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Do Livro Vozes da Ribeira













O Espírito é quem ama!


Quando o mundo se partir

Quando as mentes se fecharem 

para o locausto!

Deixe a maré cobrir

Os seus pés!
Não se preocupe 
Talvez a maré voltem!
Mas voltará calada
Silenciosa
Muda
Talvez inerte
Porque você não perceberá!

Mas quando o mundo se partir!
Terá sabor de primaverá
...de deleite!
Sem sofrimento!
Terá amor, entrega
E cumplicidade!

Quando o mundo se partir
Se partirá em beijos
Abraços
Paixões
Sem despedidas!


--------------------------

CADÊ MIMI/Poema de Isaias P Carriço/Bom dia!

E por falar de Mimi!
Posso dizer com afirmação
Que ela nasceu em São Gonçalo
Cidade com características
de subúrbio de Niterói
Apesar de sua gente
inteligente e bonita
Terra dos educadores
De um futuro por vir!
Mas preso ainda
aos costumes interiorano,
Não se sabe
ainda o porquê!
Uma cidade com um
grande povo não
tem ainda uma infraestrutura
urbana esperada!
Mas por falar de MIMI!
Mimi chegou à cidade
De um interior mais
distante
Da farinha do moinho
Da tradicional linha
Férrea que cortava
Ainda a beleza de sendas
verdejantes do Grande Rio.
-- Paisagem perfeita,
Que hoje poderia se somada
À beleza do turismo
da Grande Cidade.
Mas cadê Mimi
Hoje me dizem
Que Mimi anda por
Aí!

......................................................................

A MANHA DE MIMI/Poema de Isaias P Carriço

Mimi cantava
lá no canto
Canto do gato
Miado preguiçoso.

Mimi chorava
Lá no canto
Canto do gato
Gato de agouro
Em noite
De trovão!

Mimi sonhava
lá no canto
Canto do gato
Manha de bicho
De bicho preguiçoso!
...................................................


LEMBRANÇA DOCE!De Isaias P Carriço

Balança a vida
Em gangorra esquecida
Mas há dentro de dezenas
de páginas amareladas
pelo tempo
Uma lembrança doce!
Tem essência
E se mostra
Cuidada.

É de fato
Uma folha seca
dentro das páginas
De poucas lembranças
Que me encanta
E se faz canto
à vida

Tem notas musicais
E me faz reviver
muitos momentos
Hilariantes
E emocionantes.
Mexe com a minha alma
E se reserva sempre
a me fazer feliz
Quando mais preciso!
.............................................................................


Do Livro VOZES DA RIBEIRA – Autor Isaías P Carriço

AS PEDRAS :"...só recanto. As ondas sufocam as pedras
que antes ardiam sob o sol de 45 graus. Agora
é festa!Pura festa! Vejo que as ondas ainda
sufocam as mesmas pedras do tempo da
meninada. Mas as crianças acham que ao
bater na pedras, as ondas retornam com
mais força e com mais vontade de
torneá-las".

...............................................................................

UMA NOITE SEM ECLIPSES!
A noite poderia parar
...Se encerrar ou pedir
Um tempo só para as
Homenagens à vida.
Quem  sabe para
Pensar um eclipse
Ao  meio-dia!
Mas há  quem  diga que
A noite não para.
A noite pode estar
Na boca do sapo
Na dentada  de uma pera.
Na ternura de quem  ama!
Quem sabe, a noite!
Querida noite pode  só estar!
A noite é ...só  o que você
Assim acha ser!  Quem sabe!
O recomeço de tudo.
A véspera de um  amor  maior
De uma guerra menor
OU de um sabor melhor!



Benditas Libélulas
As libélulas ganham
O ar da sexta-feira muito mais
Cedo do que eu imagino.
Chegam com os primeiros
Feixes de luz  do sol.
Algumas me fitam
Através das vidraças
Há todo uma  cerimônia e convite
Para  que eu abandone  o fim de um pensamento
Que corre pelas pontas de uma  caneta
Sobre o meu diário.
É  hora de parar  o mundo
E viver tamanha  manhã que se abre
A partir do meu horizonte.
Mas que ainda é parte de um
Outro momento  que com certeza
Nessa manhã  será  também  contada
Pelo  ânimo da minha memória.
E o engraçado é que as mesmas libélulas
Me deixarão daqui a pouco
Ao ouvirem  as primeiras  notas musicais
dos  teclados  do piano
De Maria Rita, quem sabe da rua da direita
Ou esquerda da Região Serrana.


SE É BREVE, AS FLORES EMOCIONAM

O Jardim ainda respira
Ainda são intensas as cores
De suas flores.
Mas  até ontem, choravam   a sua falta.
As regas não bastavam pela manhã
Havia  sempre um vazio
Pela falta  da carícia de suas mãos.

E logo ontem, quando sentei
Aqui ( perto  da janela)  para me
Debruçar sobre suas lembranças
Senti  que não  chegaste  pela porta
Mas  sim pela   janela.
Veio contra mim e deixaste
Uma essência de felicidade!
É por isso que hoje acordei mais
Feliz!

Acordei feliz por saber que tu vives
Vives  o encanto das nuvens
Talvez de um belo antepassado
Quem sabe da  sublime cor dos arco-iris
Da boa lembrança dos teus  anjos.
Hoje estou mais feliz ainda porque
O silêncio profundo já não mais existe
Em mim! E sei que tu vives!


Livro Aberto
Tempo negro
Livro aberto
Lareira aquecida
E coração  descoberto!
Desprotegido pelas  intenções!
As ondas correm ainda
diante dos meus
olhos!
Mas a lareira ainda está
aquecida!
Agora, coração muito mais
aberto às reflexões!
Mas ainda há indefinições!
Desencontros de pensamentos!
Pouca vontade de recordar!
Mas o livro ainda está aberto
Aberto e recheado de histórias
que contam uma só vida
A vida dos desencontros, da
boa aventurança e da necessidade
de ser sempre parte deste tempo
cheio de intempéries!
...............................................



É SEMPRE ASSIM!

Dentro de mim é sempre assim; assim sou dentro de mim; para mim; para a minha vida e o meu amor; para os meus amigos e companheiros; para mais alguém;assim, eu sou dentro de mim; sempre assim. mesmo que cá fora um tsuname devaste o meu jardim ou a minha paisagem ou uma boa amizade; sempre dentro de mim será; ...eterno assim.

Poema de Isaías Prudêncio Carriço- Bela sexta de inspirações e bons negócios.Bom DIA! (Bom dia Fafa e obrigado pelo bela foto que nos inspira) 

O que vem depois!

As frias marolas vão pegar
As estrelas... 
Ou quem sabe as conchas
As frias marolas vão empurrar
para o leito dos seus
pensamentos
a garrafa e as belas
frases náufragas!

As frias marolas
vão trazer agora
do fundo do mar
suas lembranças e 
encantos!
Vão ganhar meus pés
e despertar minha intimidade!

Mas desta vez as morolas
chegarão às margens
com mais força
empurradas pelo forte vento.
Te cobrirão de areia e muito
sal! Muito sol e de muitos segredos!
Mas depois disso tudo
Elas retornarão e apascentarão
as ovelhas antes carinhosas
e angelicais!
Teu rosto voltará a brilhar
Será com certeza um eterno
brilho sem arco-iris
Mas  um bonito
véu azul que cobre
sempre o céu dos nossos
sonhos!

A rispidez d'alma

Um jardim de flores
sufocadas pela pouca
alegria que nasce
de dentro de alguém.
As vezes de dedos que dedilham
teclados de piano
Que cortam cordas de
violão ou guitarra.

Há sim uma rispidez da
alma! E quem sabe
muitas vezes dentro de nós
vive e não se esconde.

É por isso que eu busco
sempre a minha eterna
vontade de se dar com
o sentimento mais gentil
e mais alegre na terra.
Basta o encanto da vida
Uma risada que sai de dentro 
de ti! Uma palavra pouca
a qual nem meus olhos
precisam eternizar lágrimas!
Lágrimas de alegrias e amor.

Longe da Terra
Alegria na lua
Eterna manhã
que não chora!
Corpo na lua!
Eterna alegria
de criança!
Dança na lua,
Eterna dança.
Corro para
pegar o tempo
O tempo que foge
e não cala!
O tempo da lua
A dança da lua
A nossa dança
A dança do tempo
O universo da dança
Da dança gentil!
E sempre amada!

Por onde andas!
A tua luz é forte
Imaginária a'lma
Me guia dia a dia
Sem saber
Estou alhures
despercebido de você.
Como é difícil te perseguir
Seja na vontade
Quando se fala em amor
Quando brigamos
E não damos as mãos!
Pose em meu leito
E fale se me quer
ainda! Mas será que a vida
É só vida por um beijo
em vida!

Olhe só!
O pior já passou
Meus caminhos
são os mesmos
de ontem,
Já não há muitas dúvidas
O horizonte está alí
Daqui se verá o sol
Lá, eu não sei!
Tudo é passageiro
Mas enquanto vida
Os sentimento fervilham
dentro de nós.
Abraça-me
Cante uma canção
Vamos viver
Sem pressa!
E se o vento for mais forte
Que não leve o pouco que temos:
a nossa amizade!

É PRECISO PENSAR

Quando a guerra está mais 
próxima
E a paz não telefona
É preciso pensar!

Quando o seu rosto está
mais distante e
eu não consigo
afagá-la
É preciso pensar.

Preciso pensar
Quando o maremoto está mais
próximo
Quando deixamos de dar lugar 
a paz!

Preciso pensar
Quando não mais a tenho - a paz
Quanto sinto que 
As minhas mãos
Não mais a tocam -- as flores!

Eu preciso pensar
Pensar para não mais
sofrer!

Do Livro “VOZES DA RIBEIRA”, autor Isaías Prudêncio Carriço

.................................................................................


POR UMA MANHÃ MELHOR

Há aquele que nasce
Pensando na vida  e
Despreocupado
Com os poucos frutos
Que irá dar o amanhã!

Há  aquele que nasce
Pensando na ilha que
Herdará.
Pois, há  aquele que já tem a ilha
E quer nela todos os coqueiros
Da terra.

Há  aquele  que nasce
E nem nisso tudo pensa
Mas quer uma ilha.
Onde possa assentar o seu coração
O seu bom espírito
E  o seu desejo  maior
De fazer  pelo  próximo.

Do Livro “VOZES DA RIBEIRA”, autor Isaías Prudêncio Carriço

...................................................................................


Caderno de Poesias



O sonho

Sonhe com aquilo que você quer ser,
porque você possui apenas uma vida
e nela só se tem uma chance
de fazer aquilo que quer.

Tenha felicidade bastante para fazê-la doce.
Dificuldades para fazê-la forte.
Tristeza para fazê-la humana.
E esperança suficiente para fazê-la feliz.

As pessoas mais felizes não tem as melhores coisas.
Elas sabem fazer o melhor das oportunidades
que aparecem em seus caminhos.

A felicidade aparece para aqueles que choram.
Para aqueles que se machucam
Para aqueles que buscam e tentam sempre.
E para aqueles que reconhecem
a importância das pessoas que passaram por suas vidas.





Atualizando | Caderno de Poesias


_________________________________________


Caminho das Estrelas

A onda ao bater
Nas pedras
Rima de brincadeira.
Mas a dedo
O vento escolhe
A vasta planície.
E a sua intenção
É levar o amor mais distante!
Acredito
Se a nuvem soubesse!
Escolheria a lua
Como a sua morada.
Aí sim
Selaria no universo
O amor eterno.



 
Retalhos do Interior!

O vento faz o tic-tac
Para o  tempo passar
As nuvens correm
para o nada
E o nada paira
Na grande lua prateada
O café sai da mesa
Pegadas  marcam terreno
Hora de recolher os bois
Hora de correr para o banho
Hora do sussurro
Do zumbido do besouro
E da chegada dos sapos.
-- tem também girinos na lagoa.
O interior por mais uma vez
Voltará a dormir
E acredito
Que haverá contos
De assombração!

Do Livro VOZES DA RIBEIRA – Autor Isaías P Carriço

ETERNO APRENDIZ

A onda ao bater
Nas pedras
Rima de brincadeira.
Mas a dedo
O vento escolhe
A vasta planície.
E a sua intenção
É levar o amor mais distante!
Acredito
Se a nuvem soubesse
Escolheria a lua
Como a sua morada.



______________________________________________
    
...............................
Faltou Dizer.  








terça-feira, 20 de março de 2012